Saltar al contenido principal
You're in : Blog >> Comunicacao-para-todos

gui.blogarticle_forced_alt_text

Comunicação (para Todos)

03/05/2019- 0 Comments

(latim) Communicare = partilhar, conferenciar, tornar comum

Podemos dizer que a comunicação é considerada um processo pois é evolutiva, dinâmica e está sempre dependente de terceiros. Nós só conseguimos comunicar algo (seja uma mensagem ou uma experiência) caso a consigam interpretar / descodificar do outro lado, se isso não acontecer, na realidade, não estamos a comunicar. Geralmente, o conceito de comunicação aplica-se à troca de informações sob a forma de uma mensagem, contudo, a partilha de experiências, sensações e emoções é, igualmente, um ato comunicativo. 

Ora, se nós queremos que a nossa informação chegue ao maior número de pessoas possível, não deveremos fazer com que seja facilmente interpretada por todos?! Para isso, existem já várias técnicas que quando utilizadas facilitam, e muito, a vida de todos nós:

  1. Escrita Simples – As mensagens são escritas de uma forma clara e de fácil compreensão, utilizando uma linguagem próxima da linguagem falada. É importante deixar claro que não é sinónimo de pouco rigor científico. (mais informações sobre o tema aqui);

  2. Escrita Pictográfica – As mensagens são reescritas e traduzidas para frases visuais muito simples, compostas por pequenos desenhos codificados (pictogramas) que se referem aos principais conceitos a transmitir;

  3. Tradução Interlinguística - transpõe textos escritos para diferentes línguas estrangeiras;

  4. Interpretação em Língua Gestual - Adaptação de textos orais para códigos gestuais. É importante referir que a língua gestual varia de país para país e, por isso, para tornar as mensagens acessíveis para pessoas surdas estrangeiras poderá traduzir e transpor os textos para o Gesto Internacional;

  5. Legendagem – Apresentação de texto escrito em uma ou duas linhas – em material audiovisual (por exemplo, filmes) contendo os diálogos e, eventualmente, informação rele­vante sobre os efeitos sonoros;

  6. Audiodescrição – É a tradução de imagens estáticas ou em movimento por palavras permitindo a criação de uma imagem mental da realidade visual;

  7. Escrita em formato aumentado – Texto com carateres em tamanho aumentado e com alto contraste;

  8. Braille - código de escrita tátil que pode ser aplicado às diferentes línguas;

  9. Relevo – apresentação simplificada de imagens, mapas, etc., recorrendo a linhas e texturas com padrões e espessuras variáveis;

  10. 2D½ e 3D – reprodução, respetivamente, bidimensional ou tridimensional, integral ou parcial, de imagens ou objetos;

  11. Jogos e experiências multissensoriais - A interpretação multissensorial permite que pessoas descodifiquem mensagens através de vários sentidos (incluindo aqueles menos utilizados na comunicação convencional, como seja o olfato e o paladar);

  12. Visita Virtual - Com uma sucessão de imagens estáticas (fotografias) ou em movimento (filmes) e com recurso a tecnologias vídeo e áudio, uma pessoa pode fazer uma visita virtual a espaços não acessíveis no conforto de sua casa se tiver acesso à Internet.

Estas técnicas poderão ser utilizadas em simultâneo: por exemplo, usando um texto já em escrita simples, poderá transpô-lo para a escrita pictográfica, para a escrita em formato aumentado, contrastante e em braille. Este mesmo texto, como acaba por ser mais reduzido e direto, também é mais fácil para traduzir para diferentes línguas. Outro exemplo, são as visitas virtuais pois podem incluir audiodescrição, legendagem e interpretação em Língua Gestual.


Agora diga-nos, conseguimos comunicar consigo?!

Para mais informações sobre o tema carregue aqui

0 Comments


No associated comments.

You're in : Blog >> Comunicacao-para-todos